20
set2019

O modelo Partnership como ferramenta para o crescimento de sua empresa

A gestão de pessoas é um desafio comum a qualquer empresa, atrair e reter os melhores profissionais do mercado é de máxima importância para a operação de um negócio de qualidade. Por isso que empresas estão sempre buscando novas maneiras de reter seus melhores talentos e uma das alternativas é instituir um modelo de Partnership.

O que é o modelo de Partnership?

Se você já ouviu falar em Jorge Paulo Lemann, muito provavelmente conhece a expressão Partnership. O modelo Partnership começou a ser utilizado por empresas norte-americanas como a Goldman Sachs, e foi trazido para o Brasil pelo Banco Garantia, através do empresário Jorge Paulo Lemann.

Partnership é um modelo de contrato baseado na promoção de colaboradores a condição de sócios da empresa. É oferecido aos colaboradores que se destacam e atingem os melhores resultados a possibilidade de tornar-se sócio, ou também condições especiais para comprar ações da empresa.

Quais as vantagens deste modelo?

A principal ideia como dito acima é reter talentos, uma vez que aqueles que apresentam os melhores resultados têm a possibilidade de tornarem-se sócios do negócio, é menos provável que deixem a empresa em busca de outras oportunidades.

Além disso o modelo de Partnership é uma ótima maneira de motivar os colaboradores no geral e estimular o crescimento da empresa, pois trabalha com a ideia de meritocracia.

Quando você entra numa empresa e sabe que nada além dos seus resultados te impedem de chegar ao topo, é natural que se esforce ao máximo para atingir suas metas e conseguir o melhor resultado possível para a empresa. Agora imagine todos os colaboradores pensando dessa mesma maneira e se entregando ao máximo para a organização, é claro que os resultados da empresa tendem a sofrer um impacto positivo.

Mesmo tornando-se sócio, o colaborador continua com metas a cumprir para que a empresa continue lucrando e se mostrando competitiva. Em resumo, no modelo de Partnership, você é capaz de ingressar numa empresa na função de trainee e com os objetivos batidos, tornar-se no futuro um CEO.

O Partnership também evita que os sócios majoritários tenham dinheiro demais em suas contas, e acabem perdendo o foco da administração da empresa, pois à medida que sobem hierarquicamente em seus cargos, seus salários acabam sendo menores em relação ao mercado, uma vez que recebem cada vez mais com base nos resultados da empresa.

Além disso o sentimento de austeridade e o controle de gastos também fazem parte da cultura de gestão deste modelo contratual.

Para quem é indicado?

Por fim, vale dizer, que este modelo é indicado para empresas de grande porte e com capital aberto. Empresas menores podem optar por outras hipóteses aliadas ao pensamento meritocrático para motivar seus colaboradores, fazendo que eles busquem em conjunto com o chefe o crescimento almejado.

Deixe seu comentário

Please enter your name.
Please enter comment.